quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

DEIXE AQUI SUA MENSAGEM

Tire todas as suas dúvidas sobre blogs.

9 comentários:

belo disse...

Parabéns,
há muito que queria saber a origem de meu sobrenome, e fiquei encantado, com o farto material pesquisado espero no futuro contribuir p/ seu aumento de informações,
um forte abraço!
Carlos Bello.

dozana disse...

Adorei as informações sobre a origem do meu sobrenome.Tomei a liberdade de adicionar na nossa comunidade,ainda bebezinho da familia Bello no Paraná,nasceu a pouco tempo,rsrsrs.

http://www.orkut.com.br/Main#Community?cmm=44951645



Abgraçuuu


Dozana Bello.

B disse...

http://osmelhoresptc.webnode.com.br/

VIKTOR BELLO disse...

ADOREI SABER A ORIGEM DO MEU NOME , ESPERO PODER AJUDAR A DIVULGAR E CONTRIBUIR O ORGULHO DE NOSSO NOME.
ABRAÇOS E AGRADEÇIMENTOS.
VITOR BELO

VIKTOR BELLO disse...

obrigado,
fiquei encantado por saber a origem do meu nome, espero poder ajudar a bem do nosso nome.
abraços e cumprimentos.
VITOR BELO.

Gleiçon Belo disse...

Olá, Elton Belo.
Estou grato a você pelo material disponibilizado na net referente a família Belo, estou começando a fazer minha árvore genealógica, estou na quarta geração e com certeza precisarei de materiais que você disponbilizou. Parabéns pelo blog e por toda sua dedicação neste trabalho.
Gleiçon Belo.
91 8806-0097 / 91 8129-4343
gleiconbelo@yahoo.com.br

Joaquim Silva Belo disse...

Ao Blog
FAMÍLIA BELLO

Espero poder contribuir para o engrandecimento desta procura das nossas origens, chamo-me Joaquim da Silva Belo, natural do Porto, nascido 1933 – Portugal, filho de Joaquim Laurindo Belo natural de Matosinhos – Portugal e Neto de José Fernandes Bello natural de Carreira – Zás – Corunha o qual nasceu no ano de , 07/03/1886 , filho de Jacinto e de Maria. Terminou o serviço militar em 31 /12 !888, veio para Portugal e casou em 1904 faleceu no Brasil em 30/06/1905. .
O meu pai nunca viu o seu progenitor, com os revezes das guerras, os anos passaram sem que nunca fosse dado um passo para saber se existia família.
Eu, por volta de 1970, deslocavam –me frequentemente a Camarinhas –Corunha e hospedava-me com minha esposa e filhos na pensão Marina, nesta mesma hospedagem estava hospedado o Paraco ou Cura desta localidade, o qual se chamava, António Bello.
Dado que havia entre nós o mesmo apelido e como eu já tinha feito algumas diligências no sentido de encontrar algum parente sem qualquer resultado, ele ofereceu-se para diligenciar alguma pesquisa.
Cheguei a deslocar-me a Zás, falei com o cura para ver se no livro de registos era possível encontrar algum parente, não foi possível, tinha havido um incêndio na igreja o qual tinha destruído todos os arquivos.
Posteriormente numa das minhas habituais visitas, em conversa com o “Cura” de Camarinhas disse-me : ainda somos primos, o nosso ascendente era o” Senhor de Corme”, era mercador e tinha parado por aqueles sítios por volta do ano de 1498, tinha tido 12 filhos barões, no entanto desconhecia-se o numero de raparigas por na época não fazerem parte da estatística e que um dos filhos tinha sido Conde de Cádis, o qual renunciou ao cargo por não suportar o calor. Transcrevo o que o cura me disse, não disponho de meios que possa confirmar o que me foi dito.
Numa outra deslocação para aqueles sítios, desloquei-me mesmo a Carreira de Zás, mais uma vez sem resultados positivos, apenas fiquei a saber que a pessoa mais velha da localidade era uma senhora que vivia Em Portugal e que era esposa do dono da fábrica da sapataria Atlas em V.N.Gaia, Nunca cheguei a falar com a senhora . Havia lá muitos Bellos, mas não foi possível saber mais, há uma distância muito grande de anos.
Se estes dados podem contribuir para o engrandecimento das nossas origens, disponham deles.
Para qualquer contacto, o meu Email é: belojoaquimsilva@gmail.com

Bertran Bello disse...

sou Bertran Di Bello, muito bacana a historia...

Anônimo disse...

Procuro certidoes do meu tataravo....que veio da italia,,DOMENICO ANTONIO BELO OU DOMINGOS ANTONIO BELO CASADO COM ADELAIDE TAVARES BELO>>>>